Por que viajar é a melhor forma de investir seu dinheiro?

Por que viajar é a melhor forma de investir seu dinheiro?

31 de maio de 2018 Sem categoria 0
invista em viajar

 

 

A decisão de viajar é cercada de algumas incertezas, principalmente quando se diz respeito a dinheiro. Será que é melhor começar a pagar aquele carro? Se a viagem for muito longa, será que é melhor mesmo comprar aquele carro?

Ao fazer seu roteiro, seja para um mochilão em países asiáticos, seja para um tempo conhecendo a Amazônia, a questão financeira sempre vai ser o limitador de muitas coisas. Nessa ideia de conhecer a Amazônia, é o dinheiro que vai definir o tipo hospedagem em Belém – se você visitar a capital do Pará -, por exemplo.

Mas, mais do que um balizador do seu roteiro, o dinheiro – e saber como investi-lo – pode ser, em frente à escolha de uma viagem, um grande professor na sua trip. Entenda porque viajar é sempre uma escolha acertada e saiba como investir na sua viagem pode ser fonte de grandes aprendizados.

 

Porque você vai conhecer outra cultura

Hoje somos mais de 7,6 bilhões de pessoas no mundo, segundo pesquisa da ONU. E, segundo a mesma Organização das Nações Unidas, em 2011 eram mais de  193 países, sem contar os que surgiram, os territórios anexados e por aí vai.

É muita gente, são muitas culturas diferentes, são muitas histórias pra contar. Não sei você, mas a gente acredita que um dos fundamentos da vida é ter boas experiências e histórias fascinantes para passar adiante.

Pois bem, em uma viagem você sempre vai sair da sua casa, com as suas roupas, seus costumes para se apresentar em outro lugar, com outras pessoas – moradores locais ou viajantes como você -, com outros pensamentos. O mínimo que vai sair daí: muita história interessante.

Acredite: seu dinheiro estará muito bem investido em passeios em Belém, num tour pelo Jalapão, do que em alguma outra peça de roupa que, com o tempo, vai se desgastar, não vai te ensinar nada. Lembre-se: experiências sobre objetos.

 

Porque você vai fazer novas amizades

Outra forma de entender a grandiosidade de conhecer novas culturas é saber que, ao conhecer novas pessoas, você vai fazer novas amizades. E isso é fantástico.

Isso porque ao fazer novos amigos de outros lugares você só sai ganhando: prova para si mesmo que seu carisma supera barreiras culturais e que o poder de uma amizade é maior do que qualquer desavença que venha de fronteiras.

Fazer amizades em viagens é bacana tanto para a vida quanto durante a viagem: sendo um viajante solo numa trip pela capital do Pará, por exemplo, você vai ter com quem dividir suas impressões sobre o que comer em Belém, suas dicas de roteiro em Belém, sua hospedagem em Belém – a felicidade só é completa quando dividida.

 

Porque você vai ver o mundo de outra forma

Quando você viaja sai da sua zona de conforto. E isso, também, é maravilhoso. Pensar em sair da sua casa, com novos planos, metas, desenvolve em você uma atitude que pode mudar muita coisa sobre a sua forma de ver o mundo.

Você vai perceber que outros seres humanos têm percepções diferentes das suas sobre um mesmo  assunto. Se você consegue ver isso no escritório onde trabalha, que dirá na casa de um morador local – pense que, enquanto você está viajando, como turista, conhecendo, talvez, os rios da Amazônia, aquelas pessoas que moram ali veem o mundo por outra perspectiva. E elas podem te ensinar.

 

Porque você vai fazer mais dinheiro

Pense em uma verba para gastar no destino da sua viagem: R$1000, por exemplo. Agora, pense nesse mesmo dinheiro sendo investido na parcela de um carro. Ok, pode ser que você precise de um carro, mas pode ser que você consiga ir de bicicleta, transporte público, dividir um carona. Crie estratégia.

Viajar reformula a sua relação com dinheiro, então você começa a ver as atitudes de forma mais funcional do que emocional. Ok, você vai querer levar aquela lembrança que comprou quando foi de Belém à Ilha do Combu pra sua amiga, mas a sua noção de “tenho essa verba que precisa ser investida nisso aqui” e a sensação de que você está em um lugar que não é o seu mesmo, muda a sua forma de agora na hora em que você mexe na carteira. E isso muda tudo.

Quem gosta de viajar e se planeja para isso, invariavelmente passa a ter uma atitude mais econômica, mais assertiva, e, claro, o dinheiro acaba rendendo – ele se transforma no que é: apenas uma ferramenta para chegar ao que importa – novas experiências.

 

Porque você vai ressignificar muita coisa

E quando você percebe que dinheiro serve mesmo para chegar a novos caminhos, você ressignifica muita coisa. “Quando você volta de uma viagem, volta outro” – já ouviu isso, não já? Nada mais real.

Criar novas amizades, conhecer novas culturas, entender que o mundo não se limita somente àquelas perspectivas que você tinha – ou ainda tem – ajuda a entender que ser humano foi feito mesmo pra se relacionar.

E nada melhor que se jogar em locais/culturas novas.

Permita-se andar pelo mundo, conhecer o que não conhece, ressignificar atitudes e investir no que importa. Se tem alguma história bacana sobre sua(s) trips pra compartilhar com a gente, vai ser muito gostoso ler – deixa nos comentários ou fala lá pelo nosso Facebook

 

Leia também:

Dicas para economizar na sua trip.

Aprenda a usar milhas aéreas.

6 apps pra ajudar na sua viagem.

O que se aprende viajando com mãe.

 

Deixe uma resposta