Como um casal se apaixonou por Belém numa viagem a dois

Como um casal se apaixonou por Belém numa viagem a dois

12 de junho de 2018 Sem categoria 0
aline e eldred em viagem a dois

Aline é uma publicitária, maquiadora e criativa. Seus cabelos vermelhos, várias tatuagens e sorriso largo não negam que ela é uma explosão de alegria – cheia de felicidade e atitude, a carioca de 32 anos ama festejar e encontrar amigos.

Eldred é um capixaba na dele, super tranquilo. Prefere ficar em casa, tomando uma cervejinha e jogando seu video game.

O que eles têm em comum? Amam rock, amam novas experiências e amam um ao outro. Ah, e eles também se apaixonaram por Belém juntinhos. Na viagem que durou uma semana conheceram vários cantos da cidade, aprenderam sobre a culinária local, fizeram um passeio de barco, a uma comunidade do interior e contam como é uma viagem a dois para Belém.

Uma viagem a dois precisa de um motivo

O motivo da viagem a dois do Eldred e da Aline ter como destino Belém é simples: a Aline morou por algum tempo na cidade quando adolescente e começou a gostar de Belém logo que foi embora. Isso  porque as lembranças da cidade eram muito vivas: ela deixou amigos por aqui e acabou indo sem conhecer muitos pontos turísticos e locais especiais da cidade.

Conhecer Belém requer tempo. Ok, você pode fazer um roteiro rápido – como nosso casal aqui –  fazendo alguns passeios e conhecendo alguns lugares, mas é muito interessante ficar um tempo a mais, ir além dos pontos turísticos e visitar pontos alternativos, que às vezes são mais famosos entre entre os moradores da cidade.

A Aline, por exemplo, chegando a Belém, lá no começo dos anos 2000, se surpreendeu com o tamanho da cidade. E isso é algo que muitos turistas relatam: Belém é uma mistura de natureza e urbanidade, muito maior do que esperavam e com um povo muito acolhedor. Enquanto é coberta de árvores e cercada de belezas naturais, tem todos os benefícios de uma cidade grande.

Belem Hostel: Faltou algo na cidade? Ela supriu as expectativas?

Eldred: “Eu não senti falta de nada. Fui com a ideia que Aline plantou em mim sobre Belém. Tudo o que eu imaginava tinha.”

Uma viagem a dois tem história pra contar

Chegar a Belém com um plano é muito importante. Isso porque a cidade é muito plural, tem muita coisa diferente pra fazer e por diferente queremos dizer: diferente de tudo que você já viu. Prepare-se para explorar locais verdes, para provar sabores incríveis. Decida antecipadamente onde quer ficar, isso é estratégico em relação ao que vai conhecer.

Saiba mais sobre onde ficar em Belém.

A Aline e o Eldred ficaram encantados com essa pluralidade.

Belém Hostel: O que mais encanta vocês nessa vaigem para Belém?

Aline: “Eu sou encantada pela culinária e pelos rios.”

Eldred: “A proximidade da cidade com a natureza e a culinária diferente.”

Por falar em culinária, esse é um capítulo à parte em Belém. Nosso casal que o diga. Foram dias de grandes experiências gastronômicas, sabores, cheiros, texturas. A culinária de Belém e a forma como o paraense se relaciona com a comida é uma viagem cultural na qual você tem que embarcar.

Uma viagem a dois tem grandes memórias

Dentre os passeios que Aline e Eldred amaram está o passeio à comunidade do Acará, uma cidadezinha no interior do Pará que pode facilmente entrar num roteiro de quem faz uma viagem para Belém, até em um dos mais curtos.

Segundo a carioca, “Foi algo super diferente tanto pra mim que já conhecia o Pará, quanto pro Eldred. Tivemos a oportunidade de fazer um passeio lindo de barco, conhecer um pouco da cultura do cacau e da floresta amazônica a poucos minutos de Belém. Recomendamos!”

Conhecer novos lugares, como já dissemos anteriormente, garante a todo mundo grandes memórias. E memórias compartilhadadas com quem se ama têm um gostinho todo especial.

A viagem que a Aline e o Eldred fizeram à comunidade do Acará valeu muito a pena: a 20 minutos de Belém, eles viram – além de muito rio, muita água – como um verdadeiro paraense colhe o açaí (amarrando os pés e lançando o corpo contra o açaizeiro, subindo tão rápido que chega a ser inacreditável.

Uma viagem a dois para Belém dá vontade de voltar

Os namorados curtiram Belém de todas as formas, se surpreenderam com vários detalhes. É muito difícil decidir o que é mais bonito: a natureza ou os traços urbanos de Belém.

O Eldred se apaixonou pelos dois: ” A parte urbana e histórica é muito rica. As igrejas são lindas e a Cidade Velha também. A natureza é única. Tivemos a oportunidade de ver um rio de uma magnitude surpreendente bem à margem da cidade, muito acessível. Entramos na mata, conhecemos algumas plantas típicas da floresta amazônica e tivemos contato com a população ribeirinha.”

E a vontade de voltar vai além de qualquer percalço que eles possam ter sentido. Para os dois, ainda existem possibilidades de melhoria na hora de a cidade receber turistas, mas que isso não é o que marca mais. Eles dizem que a cidade “tem bastante a oferecer. Muitos restaurantes e bares pra todos os gostos e um patrimônio cultural riquíssimo. Vale muito a pena a visita!”

A viagem da Aline e do Eldred deixou memórias lindas para os dois. Belém é um espetáculo. Vir com seu amor é melhor ainda. Se você já decidiu por ficar no centro da cidade, vai ser um prazer ser seu hostel em Belém.

Aproveite a promoção do Dia dos Namorados que vai até fim de junho. Reserve a partir de 3 dias no Quarto Bacuri com seu amor e ganhe uma das diárias. As reservas podem ser feitas para o ano todo (exceto Círio, Natal e Ano Novo). É só pedir a reserva aqui.

Deixe uma resposta